Sociable

segunda-feira, 23 de julho de 2012

80 ANOS DA COLEÇÃO HIGH JEWELRY BY CHANEL




A grife Chanel está celebrando 80 anos do lançamento de sua primeira coleção High Jewelry, criada por Mademoiselle Chanel em 1932 – a Bijoux de Diamants.
Após uma solicitação especial do International Diamond Guild, Coco Chanel desenhou suas primeiras peças de joalheria: colares e anéis confeccionados em platina e cravejados por diamantes, uma verdadeira extravagância para a época, onde apenas uma pequena elite, sobrevivente da queda do mercado de ações de Wall Street em 1929, poderia adquirir.
“Meu desejo era cobrir as mulheres com constelações. Estrelas! Estrelas de todos os tamanhos…”, dizia Coco Chanel sobre sua coleção.
Daquela época, apenas duas joias originais foram preservadas, um anel e um broche, e serviram como inspiração para a coleção Chanel 1932 High Jewelry que a grife francesa acaba de apresentar.
Apenas 80 peças serão produzidas, entre anéis e colares com motivos estelares. “Escolhi os diamantes, porque eles têm um alto valor agregado em um volume muito pequeno. Minha paixão por objetos com brilho me inspirou a combinar a elegância e a moda através das joias.”, escreveu Coco Chanel.
O Shooting Star Necklace é uma nova interpretação do autêntico colar Comète de 1932. Esta peça, confeccionada com uma cascata de correntes cravejada por diamantes em lapidação baguette, está unida por um broche em formato de uma enorme estrela de diamantes, que pode ser posicionada livremente sobre o ombro ou colo. O broche simboliza a busca pela liberdade, um dos principais lemas de Mademoiselle Chanel.
Como um pedaço do céu estrelado de Paris que inspirou Mademoiselle Chanel em 1932, o Faceted Ring foi decorado com safiras azuis e conta com uma exclusiva técnica de ourivesaria artesanal criada pelos joalheiros da divisão Chanel Fine Jewelry.
Uma nova leitura do Comète Necklace, criado por Mademoiselle Chanel em 1932, também faz parte desta nobre comemoração. Um colar sem fecho, que adorna delicadamente o pescoço e exibe o brilho extraordinário de sua enorme estrela de diamantes, que conta com uma pedra central de 14,8 quilates.
As joias da coleção 1932 são confeccionadas apenas sob encomenda, através das boutiques e representantes Chanel em todo o mundo.

Fonte: Bluxo

segunda-feira, 14 de maio de 2012

ENCHANTED LOTUS COLLECTION!!!!!



Uma joia é sempre um presente fascinante e inesquecível para a pessoa amada, seja para simbolizar o amor ou para comemorar uma data especial.
A Enchanted Lotus Collection da De Beers retrata toda a feminilidade e delicadeza da flor-de-Lótus, em uma sofisticada coleção composta por anéis, brincos, pulseiras e colares.
Os frames dos anéis, em ouro 18 quilates, foram moldados com quatro pétalas, cravejadas por cerca de 300 pequeninos diamantes, e têm ao centro um diamante maior que, além de decorar, marca a alta qualidade e a raridade das pedras utilizadas, especialmente nos tons rosa ou amarelo.
Todo o primoroso trabalho artesanal conta com a assinatura De Beers, que garante a excelência dos materiais utilizados, bem como certifica a autenticidade de cada peça. O design elegante e atemporal dos anéis permite que eles sejam passados de geração para geração, perpetuando as emoções e a surpresa ao receber uma joia tão magnífica.
A flor-de-Lótus simboliza a pureza e a eternidade, sendo uma das mais belas flores a nascer em meio aos pântanos asiáticos, inspirando um caminho de purificação e de transcendência em relação a tudo que é considerado impuro no mundo.
Os anéis da Enchanted Lotus Collection podem ser adquiridos nos representantes De Beers em todo o mundo.

Fonte:Bluxo

quinta-feira, 10 de maio de 2012

VAN CLEEF & ARPELS...LUXO ART DECÓ!





As jóias Van Cleef & Arpels exaltam os aspectos mais extravagantes do design, com suas pedras preciosas coloridas e seus detalhes surpreendentes, fazendo com que cada criação seja extraordinariamente maravilhosa.
Quando Salomon Arpels e Alfred van Cleef se uniram em 1896 para a fundação da empresa, não era possível prever que o assunto que começou como um tema em família pudesse perpetuar por mais de um século, alcançando o reconhecimento do mundo todo como sinônimo de estilo, tradição, sofisticação e elegância.
A técnica de montagem das joias, batizada como ‘the mystery setting’, é a marca registrada da habilidade dos mestres da ourivesaria da Van Cleef & Arpels e consiste em um método de prender as pedras aos frames em ouro e platina de forma misteriosa e imperceptível.
Um dos ícones do esplendor da Van Cleef & Arpels é o colar Zip – que funciona de forma fascinante como um verdadeiro zíper! Foi a Duquesa de Windsor, conhecida por seu estilo extravagante, quem sugeriu em 1938 a Rene Puissant, a então diretora de criação e filha de Alfred van Cleef, que confeccionassem uma peça de joalheria que exaltasse a alta costura parisiense. Na época, a empresa ainda não contava com a tecnologia necessária para realizar o desejo da imaginação da duquesa.
O primeiro Zip Necklace da Van Cleef & Arpels foi apresentado na década de 50, confeccionado em ouro amarelo e diamantes. Utilizando as mesmas técnicas inovadoras e sem realizar grandes alterações em seu design, a grife passou a apresentar anualmente, durante a Haute Couture Week em Paris, novas interpretações para este clássico, explorando o poder hipnotizante das pedras preciosas e suas majestosas variações de cores.
Atualmente, a Van Cleef & Arpels tem dado destaque ao um lindo exemplar confeccionado em ouro branco e adornado por diamantes e safiras nos tons azul e púrpura, que retratam a inspiração Art Deco. Os pequenos ganchos do zíper – esculpidos artesanalmente, em um trabalho que consome mais de 900 horas de muita dedicação e detalhamento – se encaixam perfeitamente uns nos outros, à medida que o pingente desliza para cima e para baixo, como em um autêntico fecho-éclair.
A versatilidade do Zip Necklace faz com que o colar possa ser usado de duas formas: como uma gargantilha com regulagem no fecho, que graciosamente adorna o colo feminino, ou totalmente fechado, como um exuberante bracelete. Delicado ao toque, o colar é uma obra-prima da Haute Joaillerie.
“O colar Zip tem sido um símbolo da maison Van Cleef & Arpels pelos últimos 60 anos. Sempre foi visto como um elemento de vanguarda”, declarou Jonathan King, general manager da Van Cleef & Arpels na Ásia.
Para difundir seu legado por inúmeras gerações futuras, a grife francesa acaba de inaugurar uma escola – a L’École Van Cleef & Arpels, destinada a fabricantes, entusiastas e connoisseurs na arte joalheira e que estejam interessados em obter uma compreensão intelectual e emocional sobre cada criação.
Por serem peças exclusivas, os Zip Necklaces são comercializados sob encomenda e seu valor varia de acordo com os materiais e pedras preciosas utilizados em sua confecção.

Fonte:Bluxo

terça-feira, 8 de maio de 2012





Quando se trata de luxo e glamour em termos de joalheria...temos que citar preferencialmente a Cartier...e essa coleção de pulseiras realmente eles arrasaram!!!!
Criadas pelo designer Aldo Cipullo com exclusividade para a Cartier em 1969, as pulseiras Cartier Love contam, até hoje, com um fecho diferenciado e muito sedutor, inspirado no sentimento de posse dos cintos de castidade medievais. Diferente das pulseiras convencionais, que podem ser largas o suficiente para deslizar pelas mãos e adornar o pulso, ou contam com um gancho permitindo sua abertura, os braceletes Cartier Love possuem pequeninos parafusos e uma chave de fenda, que mantém a pulseira sempre atada ao pulso como uma forma de expressar o máximo valor do amor e da união entre os casais.
Os elos em ouro amarelo, rosa ou branco são trabalhados individualmente, em um refinado trabalho artesanal que dá vida aos braceletes e seus pequeninos parafusos. Decoradas com diamantes de altíssima qualidade e detalhes em cerâmica preta, as pulseiras retratam toda a sofisticação e o glamour do estilo francês.
A charmosa chave de fenda em ouro 18 quilates, que permite abrir o bracelete, pode se transformar em um pingente a ser usado pelo companheiro em uma corrente no pescoço, expressando o desejo de possuir e ser possuído que envolve os amantes apaixonados.
As pulseiras Cartier Love, bem como os demais acessórios desta coleção, podem ser adquiridos através do site oficial ou dos representantes da grife francesa em todo o mundo.É PURO LUXO!!!!!

Fontes:B.doluxo

segunda-feira, 7 de maio de 2012




Lançada no ano 2000, a coleção de joias B.zero1 é um verdadeiro ícone atemporal da grife Bvlgari, reunindo todos os elementos-chave que retratam o genuíno estilo italiano: a espiral central, uma reinterpretação da linha Tubogas, além dos dois elos que carregam o logotipo duplo Bvlgari Bvlgari gravados em relevo.
Os anéis B.zero1 são ao mesmo tempo elegantes, sofisticados e descontraídos. As espirais, com seu movimento fluido, conferem uma personalidade única às joias, e são responsáveis por consagrar a coleção B.zero1 como símbolo de design e estilo.
As combinações infinitas entre os frames em ouro 18 quilates e materiais nobres como a cerâmica, os diamantes e as coloridas pedras preciosas que decoram a espiral, acabam de ganhar novos integrantes, que reúnem o brilho inconfundível do ouro rosa com um material inusitado e tão precioso quanto: o mármore italiano.
Produzidos artesanalmente na Itália, os novos anéis estão disponíveis em três cores de mármore: azul com nuances douradas, verde e marrom. A sinuosa arquitetura da espiral recebeu um refinado acabamento polido, que torna estes anéis atemporais por sua inconfundível beleza.
Disponíveis como pré-ordem para compras online, os novos anéis B.zero1 têm breve previsão de chegada às prateleiras das boutiques Bvlgari.

Fonte:B.doluxo